Motoristas de caminhão fizeram um protesto, nesta terça-feira (20), contra o valor da cobrança de pedágio que serão implantadas na região da MT-358, em Tangará da Serra (a 242 km de Cuiabá).

Conforme o presidente da Associação dos Caminhoneiros, Edgar Laurini, os motoristas de caminhão de carga argumentam o valor de R$ 7,90, que serão implantadas após a concessão das rodovias pelo governo do Estado.

Segundo a Secretaria Estadual de Infraestrutura (Sinfra), o pedágio só deve ser cobrado a partir de 2020, pois as rodovias ainda não foram concedidas à iniciativa privada.

Durante todo o dia de protesto, os caminhoneiros usaram o modelo “pare e siga”, fechando os dois lados da pista por cerca de 15 minutos e em seguida liberam. O congestionamento chegou a 22 km. Para bloquear a passagem dos veículos, os manifestantes utilizaram cones e pneus.

A praças de pedágio devem ser colocadas nas MTs 246, 343, 358 e 480 do município de Jangada (a 82 km de Cuiabá) até Tangará da Serra, que totaliza 300 km de rodovia concedida.

Segundo ainda a Sinfra, o leilão da empresa que fará a concessão está marcado para o dia 30 de novembro, por meio da Bolsa de Valores e será aberto para todo o país.

Fonte: http://www.unicanews.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui