ESTUDO: Um estudo realizado pelo Detran do Rio Grande do Sul sobre acidentes de trânsito com mortes em 2019 apontou que 27,7% dos motociclistas envolvidos não tinham Carteira Nacional de Habilitação (CNH). Entre os motoristas de carro, o índice foi de 8,3%. Foto: Divulgação/Ilustrativa

De acordo com estudo da empresa, além da queda no tráfego durante a pandemia do coronavírus, caiu o índice de acidentes com mortes de motociclistas; veja o vídeo

Um levantamento feito pela concessionária Auto Raposo Tavares (CART) mostra que o número de acidentes na Rodovia Raposo Tavares (SP-270), envolvendo motociclistas caiu 200%, entre janeiro e julho de 2020, se comparado ao mesmo período de 2019.

De acordo com a empresa, os dados ressaltam ainda a redução de 14% nos acidentes e 33% no total de feridos na Rodovia Orlando Quagliato (SP-327).

Ainda de acordo com a CART, na rodovias Rodovia João Baptista Cabral Rennó (SP-225) foi registrado leve aumento 54 para 57 acidentes.

Segundo o gerente de operações, Luis Santos, foram várias ações dentro do  Programa de Redução de Acidentes (PRA) e campanhas com o apoio da Policia Militar Rodoviária (PMRv) em parceria com a Artesp. “Em 2019, nesse mesmo período, registramos dois acidentes com vítimas fatais e em 2020, zeramos essa estatística”, frisou.

Veja o vídeo

24 horas

De acordo com a empresa, diante da quarentena, ainda com a redução no tráfego, os atendimentos realizados de forma gratuita e que visam oferecer mais conforto e segurança aos usuários, fazem parte do levantamento.

Ainda de acordo com a CART, em relação aos atendimentos realizados com motociclistas em 2019 superaram mais de 1 mil atendimentos. Destes, 267 foram na Rodovia João Baptista Cabral Rennó (SP-225); 129 Orlando Quagliato (SP-327); e 642 na Raposo Tavares (SP-270).

Já em 2020, esses números superam 236 atendimentos a motociclistas nas rodovias sob administração da concessionária.

Pane Seca

No ano de 2019, foram atendidas mais de 80 ocorrências em relação a falta de combustíveis durante a viagem de condutores de motos nas rodovias administradas pela empresa. Em 2020, no mesmo período, foram 60 situações, todas resolvidas.

As panes mecânicas podem ser evitadas por meio de diversos procedimentos de segurança, antes mesmo de pegar a estrada. Essa situação foi a causadora de mais de 450 ocorrências sanadas pela equipe da CART em 2019. Já em 2020, foram mais de 390 situações imediatamente resolvidas.

De acordo com o gerente de operações, Luis Santos, a orientação da concessionária é que o motociclista redobre a atenção durante seus deslocamentos, principalmente nos perímetros urbanos; e faça a manutenção periódica do veículo.

Além disso, é importante que o condutor esteja descansado para as viagens mais longas.

“A Concessionária executa continuamente com apoio do Policiamento Rodoviária e parceiros, ações de orientação, além de distribuição gratuita de equipamentos de segurança, incluindo antenas corta cerol. Essa é inclusive uma medida de segurança importante para quem trafega com sua moto”, pontua Santos.

A CART oferece gratuitamente aos seus usuários, pronto atendimento durante 24 horas para facilitar os deslocamentos com conforto e segurança. Os usuários podem fazer contato via 0800 773 0090, ou também via call box, que são instalados a cada quilômetro nas rodovias duplicadas. Se preferir, o usuário também vai poder contar com o SAU – Serviço de Atendimento ao Usuário, sendo 12 unidades em todo o trecho CART com banheiros, fraldário e sinal de wifi grátis.

Com assessoria de imprensa da CART

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui