MAIS SEGURANÇA: Travessia para pedestres no km 10,4 da rodovia deve ser entregue em seis meses. Foto: Divulgação/Selt

De acordo com o Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer), estrutura no limite entre Cachoeirinha e Gravataí recebe investimento de R$ 3,3 milhões

Mais uma passarela para pedestres começou a ser construída na ERS-118, na região metropolitana de Porto Alegre, no Rio Grande do Sul. As obras da segunda estrutura prevista no trecho duplicado da rodovia tiveram início esta semana no km 10,4, no limite entre Cachoeirinha e Gravataí.

A passarela terá 6,5 metros de altura por 2,6 metros de largura interna. Os pilares serão de concreto armado e a travessia de metal, com cobertura de telhas metálicas e telas de proteção nas laterais. O prazo de conclusão da obra é de seis meses.

“Estamos investindo R$ 3,3 milhões em recursos do Tesouro do Estado para garantir a segurança dos pedestres que precisam atravessar este trecho da 118”, ressaltou o secretário de Logística e Transportes, Juvir Costella, durante vistoria às obras na quarta-feira (21). “Após concluirmos a tão esperada duplicação, seguimos qualificando essa importante rodovia, que já está trazendo inúmeros benefícios para a mobilidade e a atração de grandes empresas ao Rio Grande do Sul.”

A primeira passarela começou a ser construída há duas semanas no km 5,1, em Sapucaia do Sul. O contrato tem valor de R$ 3,8 milhões e prazo de conclusão até o fim deste ano.

“No total, construiremos seis passarelas ao longo dos 21,5 quilômetros duplicados entre Sapucaia e Gravataí”, afirma o diretor-geral do Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer), Luciano Faustino. “As outras quatro estruturas estão em fase de projeto, sendo que uma delas encontra-se em estágio avançado, prestes a ser licitada.”

Todas as seis passarelas obedecerão às normas de acessibilidade, com rampas de acesso iluminadas e guarda-corpos.

Fonte: Ascom do Daer

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui