Mais uma promessa de entrega da estrada Paraty-Cunha pelo DER-RJ. Desta vez o Governo do Estado informa que a reconstrução da RJ-165, no trecho entre Paraty e Cunha, se aproxima da reta final e deve estar finalizada em até 60 dias. Neste momento, o Departamento de Estradas de Rodagem (DER-RJ) concentra esforços na pavimentação dos 9,4 km da via e na construção de duas pontes. A estrada-parque foi orçada em R$ 99 milhões e é anunciada como uma das principais obras do estado. O que demonstra como é investido pouco em rodovias num dos estados mais importantes do país.

Segundo os engenheiros do órgão, foram executados 95% da drenagem, 95% da terraplenagem e 60% da pavimentação. O DER-RJ está completando as fundações de duas pontes, uma no km 7,8, com 9 metros de largura e 30 de extensão, e outra no km 8, com 9 metros de largura e 20 de extensão. A construção das quatro zoopassagens aéreas vai ser iniciada nos próximos dias.

As obras ainda abrangem drenagem profunda e superficial, limpeza de bordos de pista, construção de cinco zoopassagens subterrâneas, instalação de bueiros e caixas coletoras e pavimentação. Atendendo às exigências do IBAMA, a RJ-165 receberá blocos de concreto em todo trecho reformado. Outras medidas de preservação também serão aplicadas para atender às normas ambientais.

O órgão conta com o apoio de 200 operários para cumprir a meta de concluir os trabalhos até o fim do ano. As obras no trecho que atravessa o Parque Nacional da Serra da Bocaina, localizado na Região Costa Verdes do Estado, também contam com o auxílio de biólogos, veterinários e demais técnicos da UERJ (Universidade do Estado do Rio de Janeiro).

O presidente do DER-RJ, Dr. Ângelo Monteiro Pinto, foi um dos maiores envolvidos na realização dessa obra e fez questão de enaltecer a luta do órgão para a obra sair do papel: “A reforma da Paraty-Cunha é uma conquista para o órgão, que desde 1983 vem lutando para realizar a obra, sempre esbarrando nas questões que envolvem o caráter ambiental da obra. Graças à colaboração de diversas frentes o atual governo finalmente iniciou os trabalhos e muito em breve estarão à disposição da população”.

Em janeiro de 2009 a rodovia foi completamente destruída por uma tromba d’água e desde então o DER-RJ vem atuando na elaboração de um detalhado projeto para refazer a rodovia, sem agredir o meio ambiente e ao mesmo tempo garantir a tranquilidade aos moradores e usuários da via.

Fonte: DER-RJ e Estradas.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui