SEGURANÇA: Entre os serviços realizados na rodovias goianas, estão tapa-buracos, roçagem, limpeza de elementos de drenagem, recuperação de erosão, patrolamento e outras melhorias funcionais. Trechos críticos das rodovias têm sido prioridade para a execução dos serviços de manutenção. Fotos: Divulgação

Só nos primeiros cinco meses de 2019, Goinfra calcula seis mil quilômetros de rodovias recuperadas

Aproximadamente seis mil quilômetros de rodovias goianas, pavimentadas e não-pavimentadas, já passaram por serviços de manutenção em 2019, em diversas regiões do Estado.

De acordo com a Agência Goiana de Infraestrutura e Transportes (Goinfra), o levantamento refere-se aos trabalhos executados até o mês de maio deste ano. Entre os serviços realizados estão tapa-buracos, roçagem, limpeza de elementos de drenagem, recuperação de erosão, patrolamento e outras melhorias funcionais. Desde a retomada do trabalho por meio de empresas contratadas, trechos críticos das rodovias têm sido prioridade para a execução dos serviços de manutenção.

NOVOS CONTRATOS: Em locais em que não há contrato em andamento desde 2018, a elaboração do processo de licitação para novas contratações está em fase final.

O presidente do órgão estadual, Enio Caiado, explica que as empresas contratadas atuam, de forma gradual, na cobertura de 85% da malha viária do Estado. Em locais em que não há contrato em andamento desde 2018, a elaboração do processo de licitação para novas contratações está em fase final. Nessas regionais, a Goinfra atua com reparos emergenciais com a parceria de Prefeituras. Confira alguns exemplos de regiões que já tiveram os trabalhos concluídos durante o mês de maio:

GO-010, entre Senador Canedo e Vianópolis; GO-164, de São Miguel do Araguaia até a divisa com Tocantins; GO-319, entre Itumbiara e Buriti Alegre; GO-408, de Palmeiras de Goiás até o entroncamento da GO-320; GO-147, de Morrinhos para Água Limpa; GO-215, de Pontalina​ para Edéia, GO-422, de Aparecida do Rio Doce até o entroncamento com a GO-174; GO-237, de Nossa Senhora do Muquém até o povoado de Sucuri; GO-050, de Palminópolis a São João da Pauraúna; GO-451, de Campo Limpo até a GO-080.

PONTOS CRÍTICOS: A prioridade dos serviços recai sobre os pontos mais críticos das rodovias

GO-403, entre Goiânia e Caldazinha; GO-334, de Carmo do Rio Verde até o entroncamento da GO-460; GO-213, do entroncamento da GO-507 (Rio Quente) até GO-443; GO-244, Novo Planalto até Porangatu; GO-320, de Paraúna a Indiara; GO-521, de Cidade Ocidental até a divisa com o Distrito Federal; GO-402, de Cumari para Corumbaíba; GO-110, de Iaciara para Água Quente; GO-241, de Bonópolis para Mutunópolis; GO-433, de Ouro Verde de Goiás a Souzânia.

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui