Decisão do presidente Bolsonaro pode desencadear onda de aumento no número de acidentes e mortes nas rodovias federais do País. O diretor-geral da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), Mário Rodrigues Júnior, defendeu os radares, mas disse que também vai reavaliar os equipamentos nas rodovias concedidas ao setor privado. Foto: Aderlei de Souza

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui