MELHORIAS: R$ 600 milhões é o total investido na recuperação de diversas estradas do Estado do Paraná, em 2019. Foto: Divulgação

O Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná (DER/PR) priorizou as estradas que demandam maior volume de tráfego

O Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná (DER/PR) investiu quase R$ 600 milhões nas rodovias paranaenses em 2019. Desse total, R$ 262,5 milhões em obras, como duplicações, pavimentações, construção de viadutos, pontes e trincheiras, terceiras faixas, marginais e acostamentos, e R$ 336,4 em serviços de conservação.

De acordo com o DER, em outubro último, foram iniciadas as obras de duplicação e ampliação de capacidade da PR-092, a Rodovia dos Minérios, entre Curitiba e Almirante Tamandaré. O secretário estadual de Infraestrutura e Logística, Sandro Alex, disse que os moradores de Almirante Tamandaré sabem muito bem os problemas que a obra enfrentou para sair do papel. “Esta administração está realizando uma obra aguardada há décadas, e que vai ficar pronta ainda neste governo”, esclareceu.

O DER informou que o canteiro da obra foi instalado em Almirante Tamandaré e os equipamentos para a realização dos serviços já estão no local. Também estão em execução os levantamentos topográficos e a limpeza das áreas que vão receber as novas pontes e viadutos, além da elaboração dos projetos de remoção de interferências com apoio da Copel e Sanepar.

Concluídas

Ainda de acordo com o DER, foram concluídos viadutos na BR-277 nos dois extremos do Paraná: um em Paranaguá, em outubro, e o outro em Foz do Iguaçu, em dezembro. As duas obras beneficiam o tráfego tanto para os moradores dos municípios quanto para o transporte de cargas em dois pontos estratégicos para o Estado.

Também ficaram prontas em 2019 uma trincheira em Ponta Grossa, obra iniciada em 2014, no bairro Jardim Los Angeles; a pavimentação da PR-691, a Estrada Beira-Rio, entre Porto Rico e o distrito de Porto São José; um viaduto que integrará o Contorno Noroeste de Pato Branco; a adequação e cascalhamento em trechos com revestimento primário de 11 rodovias; a implantação de ciclovia e ciclofaixa na colônia Entre Rios, próximo a Guarapuava e a ampliação de capacidade em dois quilômetros do Contorno Norte de Rolândia.

Outras obras finalizadas foram a implantação de marginais em trecho da PR-180 em Francisco Beltrão; a pavimentação de acostamentos da PR-873, em Maripá; a readequação do traçado e do nível da PR-650, na localidade de Água do Sapo, em Godoy Moreira; a remodelação de interseção entre a PR-170 e a PR-340, em Jaguapitã; a recuperação do pavimento na PR-170, entre Bituruna e a BR-153; a pavimentação com pavers na PR-092, em Doutor Ulysses; retificações de traçado na PR-441, entre Reserva e a BR-376; e também reformas, reconstruções e recuperações de passarelas, pontes, aterros e de estradas atingidas por erosão.

“Iniciamos, demos continuidade e concluímos obras em todo o Estado que garantem mais segurança e conforto para o usuário e tornam o Paraná mais competitivo no quesito infraestrutura e logística do transporte de cargas”, explica o diretor-geral do DER, Fernando Furiatti.

Em andamento

Em 2019 também foi assegurado o andamento de obras de grande porte como a duplicação e restauração da PR-445, entre Londrina e o distrito de Irerê; a duplicação da PR-323, entre Paiçandu e Doutor Camargo; a pavimentação da PR-364, entre São Mateus do Sul e Irati; a pavimentação da PR-912, em Coronel Domingos Soares; a duplicação e ampliação da PR-417, a Rodovia da Uva, entre Curitiba e Colombo, e a construção de um viaduto integrado a essa duplicação; a ampliação da PRC-466, em Guarapuava; a pavimentação da PR-685, entre Tamboara e Juranda.

Outras intervenções importantes em execução são a recuperação da Avenida Bento Rocha, em Paranaguá; a implantação do Contorno Noroeste de Pato Branco e de ponte sobre o Rio Ligeiro, integrada a este contorno; a construção de ponte sobre o Rio Iguaçu, em União da Vitória; a execução de viaduto na PRC-272, em Iporã; a pavimentação de trecho da PR-090 em Castro; e a implantação de acesso rodoviário às indústrias de Pitanga.

Acontecem ainda a adequação e cascalhamento em trechos com revestimento primário de cinco rodovias estaduais; a restauração do pavimento da PRC-487, de Nova Tebas até a ponte sobre o Rio Muquilão; a recuperação do pavimento da PR-218 em Paranavaí; construção de uma trincheira na PR-492, no trecho entre Rondon e o Rio Ivaí; revitalização das marginais da PR-445, entre Londrina e Cambé; e a implantação de ciclovia e recomposição do sistema de drenagem na PR-082, em Terra Boa.

“Graças à organização financeira do Estado, sendo realizada com muita seriedade, com muita responsabilidade, já podemos contar com essa agenda de investimentos nas rodovias paranaenses. E com os bons resultados que o Governo está acumulando vamos investir ainda mais em 2020, concluindo obras e lançando novas empreitadas”, afirma Sandro Alex.

O valor investido inclui aquisição de material utilizado pela administração direta do DER/PR, como Concreto Betuminoso Usinado a Quente (CBUQ), pedra britada, emulsão asfáltica, e a execução de serviços de sinalização e de estudos e levantamentos.

Programas

O Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná também investiu R$ 336,4 milhões em serviços de conservação nas rodovias paranaenses durante o ano de 2019. Os serviços são realizados por meio de três programas: Conservação e Recuperação com Melhorias do Estado do Pavimento (Cremep), Conservação de Pavimentos (COP) e Conservação de Faixa de Domínio.

São melhorias em pontos críticos do pavimento e no entorno das pistas, aumentando a segurança e o conforto para os condutores dos trechos contemplados.

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui