COBRANÇA VOLTA SEXTA (1º/11): Concessionária retoma a cobrança do pedágio da Linha Amarela nesta sexta-feira (1º/11). Fotos: Divulgação

De acordo com a concessionária Lamsa, operação entra em vigor a partir de zero hora

Após a destruição dos pedágios da Linha Amarela, no Rio de Janeiro, ocorrida a mando do prefeito Marcelo Crivella, no último domingo (27), a concessionária Lamsa, responsável pela administração da Via Expressa, retornará a operação de cobrança das tarifas do pedágio nos dois sentidos, a partir de zero hora desta sexta-feira 91º/11).

De acordo com a empresa, a recuperação da estrutura está sendo possível graças ao trabalho de aproximadamente 100 funcionários das empresas do grupo Invepar de todo o país, que se disponibilizaram a colaborar com a concessionária.

Ainda de acordo com a Lamsa, a previsão inicial de retomada dos trabalhos era de 30 dias, uma vez que o cenário de destruição encontrado logo após a depredação feita pela prefeitura, era imenso. Depois de liberado o local, a concessionária constatou a extensão dos danos causados à praça de pedágio, incluindo cabines, câmeras, cancelas, luminárias, portas, estruturas em vidro, equipamentos eletrônicos e sistemas.

Os reparos deverão estar concluídos até sexta-feira, com a substituição dos aparelhos danificados. O trabalho conjunto do grupo multidisciplinar conta com engenheiros, analistas de tecnologia, técnicos de manutenção e de segurança. O trabalho tem sido realizado em escala pelos colaboradores, ininterruptamente, 24 horas por dia.

Saiba mais sobre o caso clicando aqui

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui