OPERAÇÃO VERÃO: A concessionária Renovias, implantou nessa segunda-feira (21), nas rodovias sob sua administração, a Operação Verão, que conta com o apoio das Polícia Militar Rodoviária (PMRv), no período de Natal, Ano Novo e férias escolares. Foto: Aderlei de Souza

De acordo com a Artesp, levantamento da Fundação Seade considerou rodovias concedidas e as administradas pelo DER

A Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados de Transportes do Estado de São Paulo (Artesp) divulgou nesta semana uma pesquisa desenvolvida e aplicada pela Fundação Seade na qual revela a satisfação por parte dos usuários com as rodovias paulistas,

De acordo com o levantamento – realizado entre maio e junho deste ano – a satisfação subiu de 48% para 60%, e aponta uma melhora da percepção da população em todos os quesitos avaliados: atendimento de acidentes, que antes era de 57,1%, passou para 65; sinalização de 48,6% para 64,1%. Além disso, os dados de Infraestrutura, policiamento e fiscalização, que antes eram de 43,6%, passaram para 57,9% e 53%, respectivamente.

Ainda com base na pesquisa, foram comparados os dados do mesmo período de 2019, considerando as rodovias do Departamento de Estradas de Rodagem (DER) e das 21 concessionárias, sob supervisão da Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados de Transportes do Estado de São Paulo (Artesp).

Para o secretário Estadual de Logística e Transportes, João Octaviano Machado Neto, a boa avaliação se deve ao trabalho realizado pelo governo paulista, mesmo durante o período de pandemia. “Os bons índices são resultado da parceria entre vários órgãos estaduais, liderados pela SLT, tais como DER, Artesp e Polícia Militar Rodoviária (PMRv). Os números mostram que a população está percebendo o esforço feito na transformação de toda a infraestrutura dos transportes. Além das obras nas rodovias, temos projetos para a ampliação de toda a matriz logística de São Paulo”, disse.

Ainda de acordo com Machado Neto, esse conjunto de ações permitirá, nos próximos anos, a completa reestruturação dos corredores logísticos, facilitando o escoamento da produção, promovendo o desenvolvimento regional, gerando empregos e aproveitando melhor as vocações dos municípios.

Já para o diuretor-geral da Artesp, Milton Pesoli, as concessionárias estão atendendo às exigências do contrato no que diz respeito à realização de obras e serviços com foco nos usuários. “Todo esse trabalho realizado pelas concessionárias e regulado pela Agência, reflete na percepção positiva do usuário”, frisa Persoli.

As rodovias também aparecem bem avaliadas pelos chamados não-usuários – aqueles que não fazem o uso frequente – 88,4% afirma que recomendaria as estradas paulistas para parentes e conhecidos.

Obras

De acordo com a Artesp, mesmo durante a pandemia do coronavírus, as obras nas rodovias estaduais não pararam. Atualmente, estão sendo investidos R$ 5,3 bilhões em 132 obras nas estradas concedidas ou do DER, muitas delas, corredores logísticos do PIB nacional.

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui