IRRESPONSÁVEL: A Polícia Rodoviária Federal (PRF) flagrou no final da manhã dessa quarta-feira (19), em Guaratuba (PR), um veículo a uma velocidade de 156 km/h num trecho da BR-376 onde o limite é de 80 km/h. O motorista, irresponsável, recebeu multa de R$ 880. Fotos: Divulgação

Flagrante ocorreu na BR-376, em Guaratuba (PR), região da Serra do Mar; motorista terá carteira suspensa

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) flagrou no final da manhã dessa quarta-feira (19), em Guaratuba (PR), um veículo a uma velocidade de 156 km/h num trecho da BR-376 onde o limite é de 80 km/h.

De acordo com a PRF, o flagrante foi feito às 11h31, no Km 672, trecho da Serra do Mar. O proprietário do automóvel, um Citroën C4, receberá uma notificação de autuação de trânsito de natureza gravíssima, no valor de R$ 880.

Ainda de acordo com a PRF, o motorista infrator responderá a um processo administrativo de suspensão da carteira de habilitação. A suspensão pode durar de dois meses a oito meses ou até um ano e meio, caso o mesmo motorista seja reincidente nesse tipo de infração, no intervalo de 12 meses.

A uma velocidade de 156 km/h –quase o dobro da velocidade máxima estabelecida naquele trecho–, um carro percorre, em apenas um segundo, uma distância superior a 43 metros.

Durante cerca de uma hora de operação com o radar portátil, os agentes da PRF flagraram 111 veículos acima do limite máximo de velocidade, o que equivale a praticamente dois por minuto.

FALTA BOM SENSO E RESPEITO: O trânsito brasileiro ainda convive diariamente com a irresponsabilidade e imprudência de milhares de motoristas que não respeitam as leis de trânsito nem tampouco a segurança dos demais usuários. Excesso de velocidade é a terceira causa de mortes em rodovias federais no Paraná.  

Velocidade incompatível foi a terceira principal causa de mortes em rodovias federais ao longo do primeiro trimestre deste ano no Paraná. Cerca de 13% das 116 pessoas que morreram no período foram vítimas de acidentes provocados por excesso de velocidade.

Quem eventualmente presenciar algum tipo de situação de risco ou imprudência nas rodovias federais de todo o país pode acionar a PRF pelo telefone de emergência 191.

A Polícia Rodoviária Federal prioriza os trechos onde há maior incidência de acidentes graves para realizar suas operações de controle de velocidade.

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui