PRF prende contrabandista com R$ 1,1 milhão
PRF prende contrabandista com R$ 1,1 milhão

PRF prende contrabandista. A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu cerca de 200 mil carteiras de cigarro no final da tarde deste sábado (1°) em Tijucas do Sul (PR), na região metropolitana de Curitiba.

Avaliada em pelo menos R$ 1,1 milhão, a carga, contrabandeada do Paraguai, era transportada em um caminhão. O motorista foi preso em flagrante.

Equipes da PRF fizeram a abordagem na BR-376, nas imediações da Unidade Operacional Alto da Serra.

Inicialmente, o motorista disse que o compartimento de carga estava vazio. Mas, ao retirar a lona, os policiais encontraram a carga ilícita. Com 46 anos de idade, o preso disse que entregaria o cigarro em Porto Alegre (RS).

A PRF encaminhou a ocorrência à Superintendência da Polícia Federal em Curitiba. A contagem definitiva dos cigarros será feita pela Receita Federal. O crime de contrabando tem pena de dois a cinco anos de prisão.

PRF do Paraná é líder em apreensão

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) do Paraná é responsável por 52 % da apreensão nacional de cigarros contrabandeados. Os dados da Central de Informações Operacionais da PRF mostram que mais de dois milhões de maços ou carteiras foram apreendidas nas principais rodovias do Estado, entre 1º de janeiro até 31 de março. Houve um aumento de 16% nas apreensões comparado ao mesmo período do ano passado.

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) tem realizado um excelente trabalho de fiscalização com varias apreensões a nível nacional tanto de contrabando quanto drogas, armamentos e munição. Apesar do limitado efetivo a corporação tem trabalhado com foco na inteligência e uso de tecnologia.

Atualmente a PRF possui um quadro de 10 mil patrulheiros e necessita pelo menos mais 3.500 policiais.

O efetivo atual é o mesmo que a Polícia Rodoviária Federal tinha em 1994. Dê lá pra cá aumentou a malha rodoviária, a frota de veículos e a criminalidade.

 

Fonte: Agência PRF

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui