MOTOCICLISTAS: foram mais de 246 mil pagamentos para acidentes envolvendo motos (75% do total de 2018), com faixa etária entre 18 anos e 34 anos. Foto: Divulgação

Total de indenizações corresponde a quase R$1,5 bilhão em pagamentos previstos em lei

Em 2018, a Seguradora Líder pagou 328.142 indenizações do Seguro DPVAT a acidentados de trânsito e seus beneficiários. O número corresponde a mais de R$ 1,4 bilhão em pagamentos nas três coberturas previstas em lei: morte, invalidez permanente e reembolso de despesas médicas e suplementares (DAMS).

A maior parte dos pagamentos, cerca de 69%, foi para casos de invalidez permanente, com 228.102 casos. As indenizações por morte representaram 12% do total, com 38.281 pagamentos, enquanto os reembolsos por despesas médicas chegaram a 61.759, cerca de 19% do total de pagamentos do ano passado.

Os números são alguns dos destaques do Relatório da Administração 2018, divulgado no último dia 28 de fevereiro, que também trouxe o recorte de pagamentos por categoria de veículos, mostrando que as motocicletas continuam sendo as responsáveis pela maioria das indenizações.

Foram mais de 246 mil pagamentos para acidentes envolvendo motos, o que representa 75% do total de 2018. A faixa etária entre 18 e 34 anos, a que concentra a maior parcela da população economicamente ativa, recebeu 47% das indenizações no ano passado.

O documento também traz os resultados da arrecadação bruta do prêmio do Seguro DPVAT em 2018, que foi de R$ 4,7 bilhões, com o processamento de 65.204.604 bilhetes.

Desse valor total, 50% da arrecadação é destinada à União, sendo 45% destinado ao Sistema Único de Saúde (SUS), totalizando R$ 2,1 bilhões; e 5% ao Denatran, totalizando R$ 233,5 milhões.

O montante arrecadado foi impactado pela redução de 35% (exceto motos) do prêmio em 2018. A constante busca pelo aprimoramento do Seguro DPVAT nos últimos anos foi evidenciada no Relatório da Administração de 2018.

Os investimentos em tecnologia; a reestruturação dos processos para solicitação das indenizações; e o lançamento do aplicativo do Seguro DPVAT em dezembro do último ano foram algumas das ações destacadas.

O rigor no combate às fraudes também ganhou destaque no relatório, que trouxe o número de pedidos fraudulentos identificados em 2018: 11.898.

As ações proativas da Seguradora Líder de encaminhamento de notícias crime aos órgãos competentes resultaram em 39 sentenças condenatórias; 62 condenados; 33 cancelamentos, suspensões ou cassações de registros em órgãos de classe e 23 prisões em todo o Brasil e exterior.

O Relatório da Administração e Demonstrações Financeiras 2018 pode ser conferido, na íntegra, clicando aqui.

Fonte: Seguradora Líder

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui