MAIS SEGURANÇA: Parceria entre a Rota do Oeste e a PRF, no Mato Grosso, resultou na criação de mais uma base operacional na BR-163, em Várzea Grande (MT), que vai garantir mais segurança aos usuários. Foto: Divulgação

Parceria entre Rota do Oeste e PRF transforma antigo espaço da polícia, no Trevo do Lagarto, em novo posto de atendimento

Uma parceria entre a Polícia Rodoviária Federal (PRF) e a Rota do Oeste vai proporcionar mais segurança aos usuários das rodovias administradas pela concessionária no Mato Grosso: a BR-070 e a BR-163/364.

De acordo com a Rota do Oeste, a iniciativa da PRF permitiu a transformação de um antigo espaço utilizado pela Corporação no Trevo do Lagarto, em Várzea Grande, para uma base de atendimento compartilhada pelas duas instituições.

Ainda de acordo com a concessionária, a unidade está localizada onde funcionava a base da PRF e terá suas áreas interna e externa reformuladas pela Rota do Oeste, atendendo às diretrizes ambientais, de segurança e acessibilidade. A reforma já teve início e deve ser entregue em dois meses.

Segundo a empresa, o prédio consta no termo de arrolamento do contrato de concessão e trata-se de uma estrutura pública que está sob a responsabilidade da Rota do Oeste. Sua reformulação, já prevista, atendeu também às demandas de modernização e otimização da corporação policial. O projeto recebeu o aval positivo da Agência Nacional de Transporte Terrestre (ANTT).

Integração é essencial

Para o superintendente da PRF, inspetor Francisco Élcio, idealizador do projeto, o envolvimento dos entes que cuidam da rodovia é fundamental para levar o melhor serviço aos motoristas que percorrem o trecho e moradores que vivem nos municípios cortados pela rodovia. “A otimização e o compartilhamento de espaços é uma maneira sábia de economizar dinheiro público sem comprometer o atendimento e a segurança de todos. Já utilizamos todos os prédios da Rota do Oeste, as praças de pedágio e as bases, como ponto de apoio e este será mais um espaço destinado ao nosso trabalho. Estamos aguardando a conclusão do serviço para que isso vire rotina no Trevo do Lagarto”, disse*.

De acordo com o diretor de Engenharia e Operações da Rota do Oeste, Lucas Suassuna, o uso compartilhado de estruturas não é uma novidade no trecho sob concessão da BR-163. “Neste caso, a adaptação do prédio e a importância estratégica do Trevo do Lagarto fazem dele o passo mais importante de integração dos serviços”, disse.

Suassuna disse ainda que a reestruturação do prédio agrega vantagem ao usuário, que além da segurança policial passa a contar com apoio ao usuário da rodovia, à exemplo das outras bases construídas pela concessionária.

Parceria importante

“A PRF e a Rota do Oeste trabalham em parceria em várias frentes de atuação e este é um importante passo neste processo. Fortalece a segurança pública e viária, e, consequentemente, a prestação de serviço e o tempo de resposta ao cidadão. Quem ganha com essa união é a sociedade”, esclarece.

O projeto elaborado pela empresa para a base integrada prevê a reformulação do estacionamento e dos acessos de entrada e saída de veículos com segurança, adaptação das estruturas para garantir a acessibilidade, reestruturação dos banheiros para PNE, paisagismo de acordo com as leis ambientais, identidade visual que facilita o entendimento dos usuários do trecho sob concessão.

Ainda de acordo com Suassuna, todo o projeto tem como foco a prestação de serviço ao usuário. Além de facilitar o acesso dos motoristas à base, o ponto é estratégico e vai favorecer o atendimento oferecido pela Rota do Oeste aos que precisam de algum tipo de apoio médico e operacional. “Já contávamos com uma base a alguns metros de distância do Trevo do Lagarto, que será desativada. Com a mudança para o novo local, todos ganham, principalmente o usuário.

Com assessoria de imprensa da Rota do Oeste

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui