DUPLICADA: A Rodovia Fernão Dias (BR-381) passa a contar com mais seis quilômetros de pista duplicada, na região de Caeté (MG). Fotos: Divulgação

De acordo com o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), entre as melhoras, está um viaduto de 600m em linha reta que elimina curva de 1,2 quilômetro

O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) liberou na sexta-feira (22), mais seis quilômetros de pista duplicada na Rodovia Fernão Dias (BR-381), na região de Caeté (MG).

De acordo com o Dnit, o trecho inclui a entrega de um viaduto de 600 metros, que elimina uma curva de 1,2 quilômetro existente no trajeto entre Belo Horizonte e Governador Valadares, na região leste do Estado, além de duas pontes sobre o rio do Peixe.

Lote 7

Ainda de acordo com a Autarquia, os seis quilômetros entregues fazem parte do lote 7 das obras de duplicação e melhoramentos da rodovia, entre o rio Una e Caeté. O segmento aberto ao tráfego vai do km 421 ao km 427.

Segundo o Dnit, com os sete quilômetros liberados em fevereiro, no lote 3.1, entre Jaguaruçu e Ribeirão Prainha, e outros nove liberados em março, no lote 7, entre o Rio Una e o Trevo de Caeté, somente este ano já são 22 quilômetros de pista duplicada entregue ao tráfego. Em 2019, foram liberados 15 quilômetros.

Execução segue em ritmo intenso

O lote 7 passa a contar com 15 quilômetros de pista duplicada, de um total de 37,5 quilômetros. Das 11 Obras de Arte Especiais previstas (OAEs) – pontes, viadutos e passarelas -, seis pontes, dois viadutos e duas passarelas estão concluídos, sendo que a última passarela, localizada no km 422, está 100% montada, faltando apenas acabamentos.

Com 28,6 quilômetros de extensão, o lote 3.1 apresenta 12,7 quilômetros contínuos de pista duplicada concluídos, incluindo os túneis Antônio Dias e Prainha. Das 12 OAEs previstas, nove estão concluídas, duas em andamento, faltando iniciar apenas a ponte do ribeirão Prainha. A expectativa é entregar os lotes 3.1 e 7 totalmente modernizados e duplicados este ano.

TRAVESSIA SEGURA: O lote 7 passa a contar com 15 quilômetros de pista duplicada, de um total de 37,5 quilômetros. Das 11 Obras de Arte Especiais previstas, seis pontes, dois viadutos e duas passarelas estão concluídos, sendo que a última passarela, localizada no km 422 (foto), está 100% montada, faltando apenas acabamentos.

Mais segurança

O Dnit é responsável por quatro de um total de 11 lotes de obras na BR-381. Os lotes 3.2 e 3.3 já foram concluídos pela Autarquia. Os demais lotes da rodovia também passarão por obras de duplicação, mas o processo será realizado através do programa de concessão desenvolvido pelo Governo Federal, por meio do Ministério da Infraestrutura.

À medida que as obras de duplicação e melhoramentos da BR-381/MG avançam, surge uma rodovia menos sinuosa e mais segura, fundamental para a redução do número de acidentes no trecho. A BR-381 também é  estratégica para o desenvolvimento da economia da região.

Ao longo do segmento que será duplicado, localizam-se importantes cidades como Governador Valadares, Ipatinga, Coronel Fabriciano, Timóteo e João Monlevade, além do maior pólo siderúrgico da América Latina. A duplicação também facilitará o acesso ao complexo portuário de Tubarão (ES) e o fluxo de importação/exportação.

Fonte: Assessoria de Comunicação do Dnit

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui