FLAGRANTES: Excesso de jornada leva com frequência ao uso de drogas por caminhoneiros. Foto: Divulgação/PRF

De acordo com a Corporação, além do flagrante da droga, profissional estava com jornada de trabalho em excesso

Na manhã dessa sexta-feira (6), policiais rodoviários federais abordaram um caminhoneiro no km 265 da BR-101, trecho do município de Santo Antônio de Jesus (BA).

Durante fiscalizações da lei do descanso, constatou-se que o condutor possuía diversas irregularidades. Inclusive o cronotacógrafo indicava excesso de jornada.

Ao ser indagado se havia consumido droga conhecida popularmente como “rebite”, o condutor afirmou não ter feito uso nos últimos dias, mas informou possuir 14 unidades de comprimidos no interior do caminhão apresentadas de forma voluntária pelo condutor.

Diante dos fatos, o condutor foi qualificado como autor de Porte de droga para consumo e procedeu-se a apreensão da droga, que estava escondida em embalagem de chocolate.

O uso de drogas por motoristas profissionais é um drama que precisa ser combatido. Em apenas 24 horas de fiscalização a PRF de Pernambuco já havia registrado vários casos de desrespeito as horas de descanso, sem contar motoristas sem o exame toxicológico obrigatório.

Fonte: PRF e Estradas

2 COMENTÁRIOS

  1. Tem muita culpa as transportadoras que não fiscalização documentação dos motoristas ,exigem horários absurdos.

  2. Ao invés de criticar os companheiros de trabalho fazendo parece criminoso porque não dar multas na empresa aí invés de prejudica ele pois se não trabalha dessa forma pras empresas vc não presta então tem que mudar na raiz não no fruto entendi se toma tá errado vde não toma dorme no volante e mata também tá errado vcs querem frutas fresca mais não querem ver como e que elas chegaram na sua mesa fresca povo irônico e besta falar e mais fácil do que resolver a situação achar um motorista pra por a culpa. Mais fácil um salário defasado a tá com o toxicológico atrasado sabe lá o porque pois se usar o dinheiro pro toxicológico falta em casa achem forma de resolver não culpado para os erros dos outros.iploclitas

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui