O seu like pode estimular os criminosos do trânsito

Várias entidades unidas, inclusive de vítimas de trânsito e seus familiares, participam de campanha da Fenaprf- Nacional dos Policiais Rodoviários Federais cujo foco é mostrar que condutores que colocam em risco a vida de usuários nas rodovias e cidades e depois postam na internet precisam ser denunciados.

Portanto, não dê like pois pode estimular esses crimes de trânsito e contribuir para acidentes e morte. Não dê like mas denuncie no Youtube, Facebook, Instagram e qualquer plataforma. É sempre simples e anônimo. Ainda mais importante durante o Maio Amarelo, mês da segurança viária.

A campanha surge em função do condutores irresponsáveis que utilizam as rodovias e ruas como pista de corrida. Depois postam nas suas mídias, principalmente Youtube, e são remunerados com a receita da publicidade que o Google viabiliza nesses espaços. Alguns chegam a faturar mais de R$ 70 mil por mês, fora outras receitas.

Esse tipo de abuso vem aumentando e para combater foi apresentado o PL-130-2020 da Deputada Federal Christiane Yared. O objetivo é usar as imagens geradas pelos criminosos do trânsito para aplicar a lei, suspender a CNH e multar. Além disso, responsabilizar também as plataformas, ou seja, os canais que são utilizados para veicular os crimes, como Youtube e similares e ainda os remuneram.

Vejam alguns casos no vídeo a seguir e entenda a revolta das vítimas, familiares e agentes de trânsito.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui