FACILIDADE: Desde a semana passada, os cegonheiros já podem obter a licença de autorização de trânsito por meio do site do DAER, sem precisar ir à sede do órgão. Foto: Divulgação

Licença para trânsito nas rodovias gaúchas passa a ser obtida pelo site da autarquia

O Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (DAER) – vinculado à Secretaria de Logísticas e Transportes – modernizou o sistema de autorização especial de trânsito (AET) para circulação de caminhões que transportam veículos, chassis e cargas paletizadas.

Desde a semana passada, os ‘cegonheiros’ obtêm a licença por meio do site do órgão, na área Sistemas DAER. “Dessa forma, iremos otimizar o trabalho dos servidores e agilizar a liberação da autorização, que será obtida sem a necessidade de o usuário se deslocar até a autarquia”, destaca o diretor-geral do DAER, Sívori Sarti.

Desenvolvido por servidores efetivos das Superintendências de Tecnologia da Informação (STI) e de Transportes de Cargas (STC) do DAER, o sistema que substitui os processos administrativos (PROAs) foi criado sem custos para a autarquia. Ele possibilitará reduzir o tempo dos trâmites que hoje variam de 15 a 30 dias, aproximadamente, para dois ou três dias.

Facilidade

Segundo o despachante Olnei Huber, que participou dos testes para a implantação do sistema, a mudança traz melhorias para o usuário. “Agora, será possível imprimir a licença no nosso próprio local de trabalho. Não precisaremos mais enviar os documentos via rodoviária, van ou motoboy”, comenta. “E o melhor é que o formulário ficou muito simples de preencher.”

De acordo com a superintendente da STC, Alessandra Ribeiro, a informatização das autorizações especiais iniciou em novembro de 2017, quando os veículos com PBTC (peso bruto total combinado) entre 12 e 23 toneladas passaram a obter a autorização especial de circulação (AEC) via Internet para transitarem na Estrada do Mar (ERS-389) mediante sistema também desenvolvido pelos técnicos da STI. “A intenção, em um futuro próximo, é oferecer o serviço on-line a todas as categorias de veículos de cargas que necessitam de AET”, adianta a engenheira.

Menos tempo

Para os servidores da autarquia, a modernização contribui muito na redução do tempo de análise dos documentos, principalmente quando há necessidade de correções. O sistema possibilitará aos usuários identificar diversas inconsistências ao preencher os campos com dados incompletos ou equivocados. “Esse recurso é fundamental para a eficiência do setor, que emite, em média, 200 autorizações de trânsito para cegonheiros por mês”, explica a superintendente.

Além disso, o Sistema AET-CTV/DAER contribuirá com as ações de fiscalização do Comando Rodoviário da Brigada Militar (CRBM). Ao realizar as abordagens, os agentes de trânsito também poderão acessar o cadastro dos veículos diretamente no sistema da autarquia, verificando a regularidade das informações da AET, tanto pelo QRcode, que será impresso nas autorizações, quanto pelo acesso direto ao sistema.

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui