PERIGO IMINENTE: O excesso de peso em caminhões coloca em risco a vida de todos os usuários da rodovia. Foto: Divulgação

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), excesso de peso de carga deixa veículos mais instáveis e sobrecarrega sistemas de suspensão e freios

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) de Alagoas intensificou, na quinta-feira (6) a fiscalização de excesso de peso. O objetivo foi coibir condutas irregulares na execução desse tipo de transporte e possíveis ilícitos criminais, contribuindo assim para a fluidez do trânsito, conservação do pavimento asfáltico da rodovia e segurança dos usuários nas rodovias federais.

A fiscalização ocorreu na BR-101, km 107, município de Pilar. No local tem um trânsito bastante intenso de veículos de carga para obras de duplicação da rodovia, além de outras empresas que abastecem a região metropolitana de Maceió.

No decorrer das abordagens foram flagrados oito veículos de carga com excesso de peso, totalizando 108.610 kg (108,61 toneladas) deste excesso. Foram fiscalizados também os equipamentos de uso obrigatório, em especial: faixas refletivas, sistema de iluminação, sistema de freios, condições dos pneus.

Todos foram notificados (multados) e as irregularidades, que não puderam ser sanadas no local, os veículos foram removidos ao pátio da PRF e só serão liberados mediante a regularização do excesso de peso (transbordo). Foram recolhidos também os documentos que não estavam em conformidade com as normativas.

Além de causar acidentes, a multa por excesso de peso de carga é considerada uma infração média de acordo com o Código Brasileiro de Trânsito (CTB). Quem ultrapassar o limite permitido pode arcar com uma multa no valor de R$130,16. O veículo também pode ser retido para o transbordo da carga excedente.

Perigo iminente

O excesso de peso de carga deixa os caminhões mais instáveis, potencializando o risco de tombamento. O tempo de frenagem também aumenta e os freios podem ficar sobrecarregados, colocando em risco o condutor e os demais presentes na estrada.

Os caminhões com excesso de peso de carga causam maior desgaste nas rodovias e, consequentemente, aumenta os riscos de acidentes com veículos leves. Segundo alguns estudos, o excesso de peso em 10% já é o suficiente para aumentar em 46% o desgaste das rodovias.

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui