TRAGÉDIA: Mais uma grave sinistro na BR-265, em Barbacena (MG), provoca a morte de duas pessoas, pai e filha. Foto: Divulgação

De acordo com o Corpo de Bombeiros de Barbacena, ocorrência envolveu três veículos, sendo dois caminhões

Um grave sinistro (acidente) na noite dessa quinta-feira (25), na BR-265, altura do Km 216, próximo ao “Restaurante do Tio Romeu”, matou um oficial da Polícia Militar, lotado em São João del Rei (MG), e sua filha de 8 anos, além de causar ferimentos moderados na esposa e outra filha de 10 anos, de acordo com o Corpo de Bombeiros de Barbacena, que fez o atendimento.

Ainda de acordo com os policiais, a ocorrência envolveu uma utilitária GM Spin, com placas de Juiz de Fora (MG), que trafegava no sentido São João del Rei-Barbacena, um caminhão, que também estava no mesmo sentido, e uma carreta, que trafegava no sentido oposto.

Segundo informações dos bombeiros, chovia bastante e o sinistro foi num trecho de subida, a Spin seguia atrás de um caminhão-baú quando foi atingida por uma carreta que trafegava em sentido contrário, que atingiu a lateral do caminhão-baú, indo de encontro à utilitária Spin, que capotou no acostamento da via.

Ainda de acordo com os policiais, as equipes se depararam com as vítimais fatais: Ícaro Moreira, de 40 anos, capitão e médico psiquiatra do 38º BPM de São João del Rei, bem como sua filha, de 8 anos, que estava numa cadeirinha. Já a esposa e a outra filha, de 10 anos, apresentavam ferimentos leves e foram socorridas ao Hospital Regional em Barbacena. Segundo os bombeiros, não há informações sobre os ocupantes do caminhão-baú e da carreta.

Informações dão conta de que o condutor da carreta, de 35 anos, teria adulterado o cronotacógrafo do veículo. Por conta disso, ele está à disposição da autoridade policial. Os dois caminhoneiros não se feriram no sinistro.

Nota da Polícia Militar

A 13ª Região de Polícia Militar divulgou na manhã desta sexta-feira (26) nota de pesar sobre o ocorrido. O condutor do veículo era capitão Ícaro Moreira, do 38º Batalhão de Polícia Militar (BPM), em São João del Rei. A corporação se solidarizou com os familiares e amigos das vítimas e expressou com as mais sinceras condolências pelas perdas.

Solicitação de radar

De acordo com Daniel Gedder, um dos líderes do movimento “Somos Todos Vítimas da BR-265“, há solicitações, desde 2016, para o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) instalar radar no trecho conhecido como “Curva do Tio Romeu”, próximo ao local onde ocorreu o sinistro.

Segundo Gedder, a resposta da Autarquia tem sido a mesma: “temos que realizar estudos nos locais para saber se é necessário a instalação de radares”. Ainda de acordo com Gedder, o Dnit informou também que precisaria ter ‘pelo menos duas mortes’ para justificar a instalação de um radar. “Só ontem tivemos mais duas”, lamentou Gedder.

O Estradas entrou em contato com o Dnit para saber sobre a possibilidade de instalação de radr no trecho em questão, mas até a publicação desta matéria, não teve resposta.

Com informações do movimento ‘Somos Todos Vítimas da BR-265

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui