Monique Amanda Carvalho tinha 16 anos e estava internada no hospital regional da cidade após o acidente. Foto: Divulgação/Bombeiros

Segundo o Corpo de Bombeiros, a garota foi a única do Fiat Stilo que não morreu no local do acidente. Ela chegou a ser encaminhada ao Hospital Regional da cidade, mas não resistiu

Morreu, nesta terça-feira (8), a única sobrevivente do Fiat Stilo envolvido no acidente da tarde dessa segunda-feira, na BR-259, em Governador Valadares, no Vale do Rio Doce. Monique Amanda Carvalho tinha 16 anos e estava internada no hospital regional da cidade após o acidente. Além dela, também morreram uma criança de 2 anos, um bebê de 6 meses, uma adolescente de 17 e uma mulher de 37 anos.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, o grupo seguia de Betim para o Espírito Santo em um comboio familiar, com mais três carros. Por volta das 13h30, enquanto dirigia, a condutora do veículo, Elzeira Viana Carvalho teria abaixado para pegar algo no carro e acabou perdendo o controle do automóvel. O veículo invadiu a pista contrária e bateu na lateral de um ônibus que passava na rodovia. O Fiat Stilo rodou e bateu em uma caminhonete Amarok.

Acidente teve o envolvimento de quatro veículos e resultou na morte de cinco pessoas, do mesmo carro e da mesma família. Foto: Divulgação/Bombeiros

Ainda segundo a corporação, os passageiros da caminhonete sofreram ferimentos leves e recusaram atendimento.

Fonte: Estado de Minas

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui