BARREIRA SANITÁRIA: A Prefeitura de Nova Mutum (MT) decidiu implantar barreiras sanitárias na MT-249 e MT-253, a partir desta segunda (29). Foto: Divulgação

De acordo com a Prefeitura Municipal, medida tem como obejtivo evitar a propagação do coronavírus na cidade

A Prefeitura Municipal de Nova Mutum (MT) decidiu implantar barreiras sanitárias, a partir desta segunda-feira (29), como parte da estratégia de combate à COVID-19, na MT-253 (na antiga praça de pedágio) e no entroncamento da Av. Brasil com a MT-249, que funcionarão todos os dias.

De acordo com a Prefeitura, dentre os serviços oferecidos estão a medição de temperatura por meio da pistola laser, utilização de aparelho de oximetria de pulso que faz a medição do oxigênio no sangue e aferição da pressão.

Ambulância no local

Haverá uma ambulância permanente para pessoas que apresentarem temperatura acima de 37,7 Graus Celsius (ºC) serão levadas ao Pronto Atendimento ou ao hospital municipal para exames complementares que poderão identificar ou descartar se esta pessoa está positiva para o Covid-19.

O prefeito Adriano Pivetta detalha que neste momento é essencial medidas de endurecimento para o combate ao covid-19. “A implantação dessas barreiras trará bons resultados, é uma maneira de ampliarmos as medidas de bloqueio ao coronavírus, e aliado a essa ação também estamos planejando a tomada de mais decisões que serão anunciadas em breve”, acrescenta.

Casos crescendo em Nova Mutum

A secretária de Saúde Anke Schwabe, explica que os casos estão crescendo em Mutum e esta confiante que as decisões tomadas pela prefeitura e pelo comitê municipal de enfrentamento refletirão na redução de casos. Mas ressalta que o papel da população ainda é fundamental. “Esse é uma luta de todos! Se cada um fizer sua parte iremos conseguir achatar essa curva de casos que atualmente está em pleno crescimento”, comenta.

O secretário de Planejamento e Assuntos Estratégicos, Mauro Manjabosco cita que nesta primeira fase as barreiras serão concentradas nas rodovias estaduais e que um planejamento está sendo elaborado para ser debatido com a Rota do Oeste e Polícia Rodoviária Federal (PRF). “Temos um tráfego superior a 12 mil veículos que cruzam diariamente pela rodovia BR-163, neste sentido precisamos planejar os pontos em que eventualmente poderão ser feito barreiras. Como existe esse fluxo intenso precisamos adotar todas as medidas de segurança para não travarmos o tráfego que só cruza o perímetro da rodovia e segue viagem”, detalha.

Nova Mutum teve 7 mortes desde o início da pandemia e, na nova metodologia de classificação feita pelo governo, é considerada de risco muito alto.

Fonte: Só Notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui