O “adesivaço” prometido pelos representantes do ‘Movimento Pedágio Não’ acontecerá neste sábado, a partir das 10 horas, no último semáforo da saída da rodovia Mogi-Dutra, nos dois lados da pista, próximo ao posto de combustível Itamarati. Foto: Divulgação

De acordo com os moradores dos bairros próximos à Serra do Itapeti, objetivo é fazer um comparativo, substituindo a palavra Mogi-Dutra por Mogi Doria

O “adesivaço” prometido pelos representantes do ‘Movimento Pedágio Não’ acontecerá neste sábado, a partir das 10 horas, no último semáforo da saída da rodovia Mogi-Dutra, nos dois lados da pista, próximo ao posto de combustível Itamarati.

A intenção dos organizadores é ampliar o protesto com o engajamento de mais pessoas nessa campanha contra a intenção da Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados de Transporte do Estado de São Paulo (Artesp) de construir uma praça de cobrança de taxas na altura do km 45 da principal ligação rodoviária da cidade.

Os adesivos terão a frase: “Pedágio Mogi-Doria, Não”. O professor de Educação Física, Paulo Boccuzzi, um dos representantes do Movimento, integrado por moradores dos bairros e condomínios próximos à Serra do Itapeti, explica que o objetivo é fazer um comparativo, substituindo a palavra Mogi-Dutra por Mogi Doria.

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui