AGORA VAI: DEER informou que irá retomar as obras de asfaltamento da MG-010, entre Serro e Conceição do Mato Dentro, num trecho de 24,6 km, ainda sem asfalto. Foto: Divulgação

O Departamento de Edificações e Estradas de Rodagem (DEER) informou que a obra, iniciada em 2012, será concluída em dois anos

O Governo de Minas Gerais, por meio da Secretaria de Estado de Infraestrutura e Mobilidade (Seinfra), do Departamento de Edificações e Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DEER/MG) e da Companhia de Desenvolvimento de Minas Gerais (Codemge), firmou, na tarde dessa quinta-feira (10), convênio com a Anglo American Minério de Ferro Brasil, para a transferência de recursos que vão permitir a conclusão das obras de pavimentação da rodovia MG-010, entre Conceição do Mato Dentro e Serro.

De acordo com o DEER, o asfaltamento entre Conceição do Mato Dentro e Serro compreende 48,42 quilômetros, e a obra começou a ser executada em 2012. Desde então, já foram asfaltados 23,42 quilômetros, entre a Vila Deputado Augusto Clementino e o Serro, e entre o distrito de São Sebastião do Bom Destino a Conceição do Mato Dentro.

Ainda de acordo com o DEER, os trabalhos serão concentrados na finalização do segmento localizado na parte central do trecho, com 24,6 quilômetros de extensão. Além de facilitar o deslocamento entre Conceição do Mato Dentro e Serro, a obra vai promover a integração e desenvolvimento regional, favorecendo o acesso à cidade de Diamantina e servindo como uma nova alternativa de via pavimentada para quem se desloca da região em direção à capital.

De acordo com o prefeito de Conceição do Mato Dentro, José Fernando Aparecido de Oliveira, o trecho une a região do Médio Espinhaço ao Alto Jequitinhonha. A rodovia MG-010 é espinha dorsal do desenvolvimento da nossa região.

o DEER informou que a expectativa é que a ordem de início dos trabalhos deve ser emitida nas próximas semanas. A duração estimada para as obras de melhoramento e pavimentação é de dois anos.

Investimento

Os investimentos serão da ordem de R$ 45 milhões, dos quais R$10 milhões provenientes da Codemge, R$30 milhões por parte da Anglo American Minério de Ferro Brasil e R$5 milhões do DEER/MG, que vai utilizar o valor para a compra e fornecimento de material betuminoso.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui