TECNOLOGIA AVANÇADA: Fotos: Divulgação

Implantação de pavimento rígido com vibroacabadora de concreto proporciona melhor acabamento

As obras de duplicação da BR-163/364/MT, no trecho de Cuiabá a Rondonópolis, somando 174,11 quilômetros de extensão, está em ritmo normal de execução, de acordo com o diretor-geral do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), general Santos Filho.

De acordo com o diretor, que visitou recentemente as obras, serão entregues com a duplicação da BR-163/364/MT quatro passarelas de pedestres, seis viadutos e duas trincheiras. Mais de oito mil veículos trafegam por dia nesta rodovia, um importante corredor logístico para o escoamento da safra do estado.

Ainda de acordo com o diretor-geral, a visita ao lote 3, de 42,40 quilômetros de extensão, que fica no segmento entre Cuiabá até Serra de São Vicente, serviu para observar o trabalho feito no pavimento rígido.

Pavimento rígido

Durante a visita, os técnicos do DNIT acompanharam a implantação de pavimento rígido com vibroacabadora de concreto na duplicação da BR-163/364/MT. A aplicação desta tecnologia é uma das mais avançadas na engenharia rodoviária mundial.

A vibroacabadora utilizada nesta obra conta com uma tecnologia de calibragem a laser e funciona sem operador. Permite um melhor nível de conforto aos usuários da rodovia, pois garante um acabamento de excelência.

VISITA: O diretor-geral do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), general Santos Filho, acompanhado do diretor de Infraestrutura Rodoviária, Euclides Bandeira Neto, vistoriou, na terça-feira (20), as obras de duplicação da BR-163/364/MT, no trecho de Cuiabá a Rondonópolis, somando 174,11 quilômetros de extensão.

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui