TOMBAMENTO: O tombamento de um ônibus da Nordeste Transportes, prefixo 5625, placas BDQ5I11, na madrugada desta terça-feira (29), no Km 314 da rodovia PR-151, próximo ao município de Cambareí (PR), deixou 12 pessoas feridas, incluindo o motorista. Foto: Divulgação/PRE

De acordo com a empresa, coletivo saiu às 19h30 da capital paulista com destino a Marechal Cândido Rondon (PR), e tombou na madrugada desta terça-feira (29)

O tombamento de um ônibus Volvo B450R, ano 2020, da Nordeste Transportes, prefixo 5625, placas BDQ5I11, na madrugada desta terça-feira (29), no Km 314 da rodovia PR-151, em Carambeí (PR), deixou 12 pessoas feridas, incluindo o motorista.

O Estradas apurou que o coletivo transportava 40 passageiros no momento do acidente. As causas do acidente são desconhecidas, de acordo com a Polícia Rodoviária Estadual (PRE).

De acordo com concessionária Rodonorte, das 12 vítimas, nove tiveram alta médica. O motorista teve dores no punho, e outros dois passageiros, que ficaram no hospital, um deles teve que ser submetido a uma ressonância, com suspeita de frautra na bacia, e outro está com suspeita de fratura no tornozelo.

Segundo a PRE, o motorista relatou que não sabe o que aconteceu. Quando se deu conta, o ônibus já tinha tombado. Os policiais fizeram o teste do bafômetro que deu negativo. A Polícia Civil irá investigar as causas.

MOTIVOS IGNORADOS: Motorista relatou que não sabe o que aconteceu. A perícia técnica irá apurar as causas. Foto: Divulgação/PRE

Tacógrafo em dia

O Estradas apurou também que o tacógrafo do veículo está em dia. Questionada sobre a situação do veículo e da empresa, a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) informou que o veículo é habilitado.

A perícia técnica vai apurar se o motorista cochilou ao voltante ou se houve algum outro problema que motivasse a perda do controle.

Recorrência

Nos últimos dias, acidentes envolvendo ônibus interestaduais têm se tornado frequentes nas estradas brasileiras. Na tarde de sexta-feira, 4 de dezembro, um ônibus Mercedes-Benz, placas DTD-7253, de Mata Grande (AL), que fazia o trajeto Mata Grande (AL)-São Paulo, caiu de uma ponte na Rodovia Fernão Dias (BR-381), de uma altura de mais de 20 metros, próximo do entroncamento da BR-262, no Km 350, em João Monlevade (MG), e deixou 19 pessoas mortas.

Outra tragédia aconteceu no Km 387 da Rodovia Assis Chateaubriand (SP-425), em Parapuã (SP), na noite de segunda-feira, 21 de dezembro, envolvendo um ônibus Scania e uma carreta, deixando sete mortos e 32 feridos, sendo oito em estado grave e 24 em estado leve, de acordo com a Polícia Militar Rodoviária (PMRv). O ônibus, com placas de Pelotas (RS), saiu de Félix do Xingu, no Pará, e tinha como destino Carazinho, no norte do Rio Grande do Sul.

ACIDENTADO: Ônibus que tombou na PR-151 na madrugada desta terça (29), no Paraná. Foto: Pedroka Ternoski

3 COMENTÁRIOS

  1. Quando é que as transportadoras vão se tocar que ônibus DD são verdadeiras bombas-relógio? Grandes demais, pesados demais, instáveis demais, e não rodam em grande parte das rodovias brasileiras, que estão sucateadas, cheias de buracos e curvas fechadas e muito estreitas. Esses veículos tinham que ser proibidos no Brasil! Há 12 anos, um acidente com um DD da Penha na serra do Cafezal, entre Miracatu e Juquitiba (SP), terminou em tragédia, pois o veículo capotou e a parte de cima do coletivo foi esmagada, matando quem estava naquele compartimento. Só pra avisar: nos EUA esse tipo de veículo é proibido.

    • Você tem toda razão. Já publicamos há mais de 10 anos matérias sobre o tema. Infelizmente, as autoridades toleram esses veículos. São ainda mais perigosos pelos desníveis que existem entre a rodovia e o acostamento, em vários trechos da nossa malha rodoviária.

  2. Não sabe o que aconteceu, vou te dizer, dormiu no volante, deveria ter habilitação casada, imprudente e irresponsável!

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui