O combate à criminalidade também é uma constante. Só na capital federal e no entorno, em 2018, foram presas 712 pessoas, sendo que 21% dessas prisões ocorreram por conta de embriaguez ao volante. Foto: Divulgação/PRF

Veículos recuperados dobraram em relação ao ano anterior

A PRF tem uma atuação marcante nas rodovias e estradas federais quando o assunto é trânsito. Seja na fiscalização ou nos acidentes de trânsito, a PRF atua com agilidade e eficiência para garantir a segurança e fluidez dos veículos que trafegam diariamente pelas rodovias.

O combate à criminalidade também é uma constante. Só na capital federal e entorno, considerando todo o ano de 2018, foram presas 712 pessoas pelos mais diversos crimes, sendo que 21% dessas prisões ocorreram em decorrência de embriaguez ao volante.

O motorista que insiste em dirigir embriagado, além de colocar a sua própria vida em risco, expõe também a vida de outros motoristas. A multa nesses casos é de cerca de três mil reais, além do valor da fiança estipulado pelo delegado, nos casos de prisão.

Em 2018, a PRF retirou de circulação da capital federal e entorno, 34 armas de fogo. Mais da metade dessas armas foram apreendidas nas rodovias BR-040 e BR-060, rodovias nas quais se registram a maioria das ocorrências criminais.

O balanço mostra que o número de veículos recuperados mais que dobrou em relação ao ano de 2017. Foram 518 contra 212 do ano anterior.

RECORDE: Agentes do DF fizeram a maior apreensão de maconha em 2018: 1,4 tonelada. Foto: Divulgação

A PRF recebe grande destaque quando o assunto é apreensão de drogas e o Distrito Federal se destaca por ser rota frequente de circulação dessas substâncias.

No ano passado, as apreensões na região chegaram a 1,4 tonelada, quase a mesma quantidade apreendida em 2017, ano em que a apreensão de entorpecentes chegou a pouco mais de 1,8 tonelada.

Em 2019, a PRF continuará comprometida em reduzir os índices de criminalidade no Distrito Federal e entorno, com a missão de garantir segurança com cidadania nas estradas e rodovias federais.

Fonte: Estradas com Agência PRF

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui