EM RECUPERAÇÃO: A RJ-160, importante estrada que liga Carmo a Cantagalo, na Região Serrana do Rio, está recebendo obras de recapeamento de asfalto desde o início deste mês. Foto: Divulgação

 

Usuários devem dar preferência às rotas alternativas

A RJ-160, importante estrada que liga os municípios de Carmo a Cantagalo, na Região Serrana do estado do Rio, já está recebendo obras de recapeamento de asfalto desde o início deste mês, de acordo com o Departamento de Estradas de Rodagem do Rio de Janeiro (DER-RJ).

De acordo com o DER, durante o período das obras, que é de seis meses, os motoristas devem ficar atentos a dicas para minimizar os efeitos causados pelos trabalhos na via, já que, em alguns trechos, o trânsito ficará em meia pista, com adoção do Sistema ‘Pare e Siga’. As ações na via serão realizadas em horário comercial, de segunda a sexta-feira, das 7h às 17h.

Ainda de acordo com o DER, os operários trabalharão em trechos alternados, ao longo de um perímetro de 37,8 quilômetros da RJ-160, o equivalente a 72% da extensão total da rodovia. Serão realizados serviços de recapeamento (implantação de asfalto novo), entre os Kms 14 e 42, e de manutenção do revestimento asfáltico, entre os Kms 42 e 51,8.

Rotas alternativas

Para evitar eventuais problemas no trânsito, o motorista poderá optar por rotas alternativas. Para quem sai ou quem chega de Nova Friburgo, por exemplo, uma das sugestões é utilizar, sempre que necessário, a RJ-130 (Friburgo-Teresópolis) até a BR-393. Outra opção é adentrar à RJ- 144, no município de Duas Barras, até a cidade de Carmo.

“Essas obras serão muito importantes para a economia da Região Serrana, pois vão proporcionar mais segurança às estradas e beneficiar o turismo local”, afirma o presidente do DER, Uruan Cintra de Andrade.

O DER ressalta a importância de os motoristas, quando possível, se planejarem, procurarem rotas alternativas ou mesmo evitem horários de pico durante os seis meses de obras na rodovia.

Dentro do cronograma previsto, as melhorias estão sendo feitas, esta semana, no trecho considerado mais crítico – entre o Km 36, em Córrego da Prata, e o Km 42, em Serra dos Quatis, no município de Carmo -, com serviços de recapeamento. A programação da semana que vem ainda será divulgada pelo Departamento de Estradas de Rodagem nos meios de comunicação.

A obra está sendo realizada de forma emergencial, depois de uma ação civil pública, ajuizada pelo Ministério Público Estadual, que pedia há anos o recapeamento e manutenção da rodovia, sob pena de multa diária. A nova gestão do DER, que assumiu o órgão em janeiro deste ano, cumpre a decisão da Justiça.

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui