A Viapar, Rodovias Integradas do Paraná S/A, concessionária de pedágio com sede em Maringá, divulgou esta semana o demonstrativo com os resultados obtidos em 2017.

A companhia informou ter obtido uma receita bruta de R$ 431 milhões no ano passado, resultado 1,4% superior a 2016, quando a receita bruta foi de R$ 425 milhões.10

Em termos de receita operacional líquida, o resultado em 2017 foi de R$ 388,6 milhões, apenas 0,5% superior ao ano anterior, de R$ 386,6 milhões.

Da receita total da empresa em 2017, R$ 376,6 milhões são frutos da cobrança do pedágio. O valor é 9,6% superior ao registrado no ano de 2016, quando a cobrança das tarifas dos usuários das rodovias resultaram na arrecadação de R$ 343,4 milhões.

Em relação a despesas, a companhia informou que o custo do serviço prestado no ano passado atingiu R$ 293,1 milhões. Ao final, o lucro bruto foi de R$ 95,5 milhões e o lucro líquido do exercício de 2017 ficou em R$ 55,7 milhões.

No ano de 2016, o custo dos serviços prestados foi de R$ 285,3 milhões e, ao final do balanço, o lucro bruto ficou R$ 101,2 milhões. Em relação ao lucro líquido no exercício de 2016, o resultado ficou em R$ 72,6 milhões.

Duplicações tiveram investimento de R$ 230 milhões

A Viapar informou que foram investidos R$ 230 milhões em obras no ano de 2017.

O valor inclui a continuidade da duplicação da BR-376, entre Mandaguaçu e Paranavaí, a duplicação do trecho urbano do município de Corbélia e a construção da ponte e da variante do Rio Ivaí na PR-317. A maior parte destas obras serão entregues no primeiro semestre de 2018.

Fonte: Maringa Post

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui