LIBERAÇÃO PARCIAL: De acordo com o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), liberação é apenas para carros de passeio e ônibus. Caminhões e carretas devem optar por rotas alternativas nas estradas vicinais Fotos: Divulgação/PM São João da Barra

De acordo com o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), liberação é apenas para carros de passeio e ônibus. Caminhões e carretas devem optar por rotas alternativas nas estradas vicinais

O trecho da rodovia BR-356, em Barcelos (RJ), local onde um dique se rompeu na última semana em São João da Barra, no Norte Fluminense, foi liberado parcialmente nesse domingo (16), de acordo com técnicos do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit).

Ainda de acordo com o Dnit, a liberação é apenas para carros de passeio e ônibus. Caminhões e carretas ainda estão proibidos e devem optar pela rota alternativa nas estradas vicinais até que seja feita nova vistoria, prevista para esta segunda-feira (17).

Segundo a Prefeitura Municipal de Barcelos, os motoristas devem ficar atentos às orientações dos agentes de trânsito. Inspetores da Polícia Rodoviária Federal (PRF) estiveram no local.

Rompimento do dique

O trecho entre B foi tomado pelas águas do rio Paraíba do Sul impossibilitando a passagem de qualquer veículo após o rompimento do dique na última quarta-feira (12).

No local, apenas algumas pessoas se arriscam atravessando andando. Devido ao rompimento do dique, algumas residências começaram a sofrer com as inundações. Tudo ocorreu muito rápido, segundo os moradores, não dando tempo de evitar os estragos.

Segundo o Dnit, no ponto de interdição foi montada esta barreira provisória. A função é desviar as águas da rodovia para um terreno, que funciona como uma espécie de represa. Este é o único jeito para que a enchente não atinja ainda mais casas em Barcelos.

Colocação de pedras

Na última sexta-feira (14), a Prefeitura de São João da Barra anunciou que máquinas do Departamento de Estradas de Rodagem (DER-RJ) estão em Barcelos para fazer o acesso dos caminhões que vão lançar as pedras no trecho do dique que rompeu com a cheia do Rio Paraíba do Sul.

De acordo com a Prefeitura, o trabalho está previsto para começar nesta segunda-feira (17). A ação emergencial do governo do Estado, que é o responsável pela execução de obras na estrutura do dique, foi um pedido da prefeita Carla Machado.

Rotas alternativas

Quem segue pela BR-356, no sentido São João da Barra, tem a opção de entrar em Barcelos, seguir por Campo Novo, Venda Nova e Beira do Taí, passando por Pipeiras, Palacete, Vila da Terra e retornando à BR-356 no trevo de Caetá.

Outra opção é seguir pela RJ-216, no sentido Baixada Campista até Mussurepe, passar por São Bento, Cazumbá e Sabonete.

A Prefeitura divulgou os seguintes telefones de emergência: o 199, da Defesa Civil; além do (22) 99915-3153 e (22) 2741-1190, do Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (Ciosp).

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui