PERIGO À VISTA: Motoristas precisam andar em zigue-zague para não cair em buracos. Foto: Reprodução/TV Anhanguera

Trecho entre Silvanópolis e Porto Nacional está quase intransitável; comerciante filmou UTI móvel trafegando, com dificuldade, pelo trecho; motoristas levam até duas horas para rodar 50 quilômetros

Quem transita pela TO-050 sabe que vai encontrar muitos buracos, mas no trecho entre Porto Nacional e Silvanópolis a situação está tão complicada que os motoristas precisam andar em zigue-zague, correndo risco de se envolver em um acidente. Tem motorista que leva mais de duas horas para percorrer um trecho de 50 quilômetros. O problema é ainda pior para quem precisa de atendimento médico.

O comerciante Carlos Magno andou alguns quilômetros atrás de uma UTI móvel durante a noite e ficou revoltado. “Eu alcancei uma UTI móvel que estava indo no sentido Silvanópolis a Porto Nacional. Eu acompanhei essa UTI por uns 10 quilômetros vendo a dificuldade que o motorista estava tendo de conduzir o veículo em meio a tantos buracos, crateras que tem nessa TO”, disse.

Os buracos estão em todo o trecho e fica difícil não cair em um deles. Além da demora em cruzar o trecho, os prejuízos são quase certos. “Está ruim demais. A gente demora muito na estrada. É perigoso acidente, já estourei pneu nessa estrada”, contou o cuidador de idosos Fabio Gomes dos Santos.

“Saí de Silvanópolis já tem duas horas de lá aqui, 50 quilômetros. Não tem condições de trabalhar assim. A gente desloca pneu em um buraco desse, só fica no prejuízo”, reclamou o caminhoneiro Paulo César Vieria.

Essa estrada recebeu manutenção com serviços de limpeza no sistema de drenagem, roçagem e tapa buracos entre os meses de novembro e dezembro do ano passado, segundo Agência Tocantinense de Transportes e Obras (Ageto), mas apenas três meses depois o local está quase intransitável.

O Valdecy José transporta soja, mas andou 12 quilômetros e ficou parado na estrada. “A mangueira geral estourou aqui devido à buraqueira. Agora estou aqui na estrada pelejando para consertar para chegar ao destino. Aqui é difícil o dia que não tem um, dois, três quebrados aí na estrada”, disse o caminhoneiro.

O que diz o estado

O Governo do Tocantins, por meio da Agência Tocantinense de Transportes e Obras (Ageto), afirmou que está realizando a manutenção preventiva e corretiva da TO-050, trecho que liga Porto Nacional a Silvanópolis, desde o dia 8 de março

Afirmou que o trecho possui 55,7 quilômetros e a pavimentação não foi construída para receber essa intensidade no tráfego, sendo que às chuvas contribuem com a degradação do pavimento.

Por fim, a nota diz que o trecho deve ser reincorporado a malha viária federal e o processo de transferência está em fase adiantada.

Fonte: Portal G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui