MÁSCARAS: Os caminhoneiros que passarem pela Via Dutra (BR-116) vão ganhar um Kit, contendo uma máscara de tecido e demais produtos, que está sendo oferecida pela concessionária NovaDutra, em parceria com a ONG OrientaVida. Fotos: Divulgação

De acordo com a concessionária NovaDutra, distribuição acontece em quatro pontos de apoio ao longo da rodovia

Como forma de prevenção do coronavírus, a NovaDutra inicia a partir desta sexta-feira (12), a distribuição de máscaras de tecido para os caminhoneiros que trafegam pela Via Dutra (BR-116).

De acordo com a concessionária, a ação acontece nos quatro pontos de apoio montados na rodovia para os profissionais do volante, e faz parte do Plano de Apoio ao Caminhoneiro criado pelo Grupo CCR, que já foi responsável por mais de 100 mil ações na Via Dutra entre atendimento médico, entrega de kits de alimentação e higiene, desinfecção das cabines dos caminhões, além de orientação sobre a COVID-19.

Fomento à economia

Ainda de acordo com a NovaDutra, entre as 15 mil máscaras que serão doadas pela NovaDutra, 10 mil foram compradas da ONG OrientaVida, Associação de Assistência Promocional Comunitária da cidade de Potim (SP), no Vale do Paraíba.

De acordo com Carla Fornasaro, diretora-presidente da NovaDutra, o principal objetivo dessa parceria é fomentar a economia local e a geração de renda para famílias, que nesse momento de pandemia sofrem com o desemprego reflexo da Covid-19.

“A parceria proporciona manter a dignidade dessas famílias, dignidade de poder fazer uma compra, pagar uma conta. A vida de todos foi modificada com a chegada da pandemia e essas mulheres tiveram que buscar novos meios para apoiar ou sustentar o lar. Estamos felizes em poder, de alguma forma, contribuir e ajudar as famílias destas costureiras. Além de ajudar na economia local, contribuímos também para evitar a transmissão do coronavírus, uma vez que essas máscaras serão distribuídas aos caminhoneiros, profissionais que permanecem trabalhando”, explica Carla Fornasaro.

Costureiras

Uma das costureiras atendidas pela ONG é a Cristiane Odália Vieira Alves Nunes, que perdeu o emprego devido à pandemia e vê no projeto a sua única fonte de renda familiar, composta por dez pessoas. “O trabalho da ONG para mim é muito importante, principalmente por causa da minha situação financeira. Nesse momento, todos que trabalhavam na minha família foram dispensados, e eu sou a única que continua trabalhando”.

SOLIDARIEDADE: Uma das costureiras atendidas pela ONG é a Cristiane Odália Vieira Alves Nunes, que perdeu o emprego devido à pandemia e vê no projeto a sua única fonte de renda familiar, composta por dez pessoas.

Locais de distribuição

Alto Tietê: 

Guararema – Balança de Guararema – Km 179 sentido SP. De segunda a sexta-feira das 9h às 19h. Distribuição de kit alimentação das 11h às 15h

Vale do Paraíba:

Queluz – Balança de Queluz – Km 0 sentido Rio. De segunda a sexta-feira das 9h às 19h. Distribuição de kit alimentação das 11h às 15h

Roseira – Posto de Serviços Arco-Íris – Km 82 sentido Rio. De quarta a sexta-feira das 9h às 17h. Distribuição de kit alimentação das 11h às 15h

Sul Fluminense:

Resende – Balança de Resende – km 301 sentido SP. De segunda a sexta-feira das 9h às 16h. Distribuição de kit alimentação das 11h às 15h.

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui