2ª FASE: A segunda fase das obras de reformulação da entrada de Santos (SP), entre os km 59 e 65 da Via Anchieta (SP-150), anunciada pela concessionária Ecovias, responsável pelo Sistema Anchieta-Imigrantes (SAI), deve ser iniciada em breve. Foto: Divulgação

De acordo com a Ecovias, responsável pelo Sistema Anchieta-Imigrantes (SAI), segunda fase de obras na Via Anchieta (SP-150) vai reformular entrada de Santos (SP)

A segunda fase das obras de reformulação da entrada de Santos (SP), entre os km 59 e 65 da Via Anchieta (SP-150), anunciada pela concessionária Ecovias, responsável pelo Sistema Anchieta-Imigrantes (SAI), deve ser iniciada em breve.

De acordo com a empresa, serão investidos R$ 346,2 milhões (base março/21), e a obra vai contemplar a construção de um novo viaduto no km 63 da Anchieta. O novo trevo vai permitir que os veículos, com origem da zona noroeste de Santos e destino a São Paulo, adentrem à Via Anchieta pela SP-148, conhecida como avenida Bandeirantes.

Para atender ao aumento da demanda de veículos que passarão a utilizar esse trecho, a SP-148 será totalmente recuperada, e a ponte sobre o Rio Casqueiro terá sua capacidade de tráfego ampliada com a implantação de duas faixas adicionais.

O pacote de obras também inclui a implantação de duas passarelas de pedestres, que serão construídas na altura do km 63, e irão contribuir com segurança viária das pessoas que transitam pela região e que precisam atravessar de um lado para o outro da rodovia.

Fase 1 

Em setembro de 2020, a concessionária entregou a primeira fase do pacote de obras de reformulação da entrada de Santos. Na ocasião, foram investidos R$ 270 milhões na remodelação da entrada da cidade, entre os km 59 e 65 da Via Anchieta. O tráfego de entrada e saída da cidade passou a ocorrer apenas pelas pistas centrais, enquanto fluxo para o porto passou a ocorrer pela via marginal. A via marginal da Anchieta passou a funcionar apenas no sentido do Litoral, e a SP-148 apenas na direção da capital.

As obras incluíram a construção de três viadutos, nos km 62, 64+560 e 65, a implantação de vias locais para facilitar o acesso aos bairros Jardim Piratininga, Jardim São Manoel e São Jorge, uma ciclovia do km 60 ao 65, ligando Jardim Casqueiro, em Cubatão, à malha cicloviária de Santos e a implantação de duas passarelas nos km 62+500 e km 64+350. Mais informações no site da Ecovias.

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui