Um levantamento preliminar do Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer) aponta que, no total, 25 estradas estaduais sob jurisdição da autarquia foram danificadas ou precisaram ter o trânsito interrompido em razão das chuvas fortes. As superintendências regionais já desobstruíram os pontos onde houve queda de barreiras e avaliam os prejuízos após a diminuição do nível das águas. Quatro trechos seguem bloqueados.

Confira abaixo as vias liberadas, as interditadas e as opções de desvios, além das ações que estão sendo tomadas pelo Daer:

1ª Superintendência Regional (Esteio):
– ERS-124 (São Sebastião do Caí – Pareci Novo): liberada. Nível da água baixou, possibilitando o tráfego no trecho.

2ª Superintendência Regional (Bento Gonçalves):
– ERS-446 (São Vendelino – Carlos Barbosa): liberada após equipe da 2ª SR remover barreiras. Devido aos riscos de novos deslizamentos, as encostas estão sendo monitoradas. Usuários devem redobrar a atenção ao trafegarem no local;
– ERS-122 (km 43, São Vendelino – Farroupilha): liberada após equipe da 2ª SR remover barreiras;
– ERS-448 (km 30 a 38, Vila Jansen – Rio das Antas): liberada após remoção de barreiras por equipes do Daer;
– BR-470 (km 201 e 211): liberada após remoção de bloqueios nos quilômetros 201 e 211, com serviços executados pela empresa responsável pelo Crema Serra.

3ª Superintendência Regional (Santa Cruz do Sul):
– RSC-471 (Sinimbu, em pontos isolados): liberada após remoção de barreiras pela 3ª SR.

4ª Superintendência Regional (Santa Maria):
– RSC-287 (km 227,6, Santa Maria – Porto Alegre): totalmente interditada devido à queda do aterro de uma das cabeceiras da ponte sobre o Arroio Figueira. Daer iniciou recomposição do aterro em regime emergencial, com previsão de término em 10 dias. Desvio pode ser feito pela ERS-511, em Silveira Martins;
– ERS-149 (km 148, Nova Palma – Faxinal do Soturno): interditada por causa de cedência de pista, mas os usuários já contam com um desvio no local. Recuperação do trecho será feita em regime de emergência.

8ª Superintendência Regional (Bagé):
– ERS-630 (km 81, Dom Pedrito – São Gabriel): Liberada. Limpeza e drenagem da pista serão realizadas após o término das chuvas, assim que o solo estiver seco.

9ª Superintendência Regional (Alegrete):
– VRS-806 (km 1, em Alegrete): parcialmente interditada, com tráfego liberado apenas para veículos acima de 2 toneladas, devido ao excesso de água na pista. Trecho usado como desvio da ponte sobre o Arroio Caverá. Usuários podem utilizar vias municipais e a BR-290 como rotas alternativas;
– ERS-566 (km 20, 35 e 65): liberada. Nível da água baixou e equipe da 9ª SR está no local, para serviços de manutenção.
– ERS-183 (Km 40): liberada, com recomendação de cautela aos motoristas.
– ERS-176 (Manoel Viana – Barragem do Itu): liberada, com recomendação de cautela aos motoristas.

10ª Superintendência Regional (Cachoeira do Sul):
– RSC-481 (km 144,5, Lagoa Bonita do Sul – Cerro Branco): interditada porque pista cedeu, formando trincas/degraus de 50 cm. Desvio pode ser feito pela ERS-400 (Candelária – Sobradinho);
– RSC-481 (Arroio do Tigre): trânsito liberado após equipe da 10ª SR remover barreiras em pontos isolados.
– VRS-809 (Cachoeira do Sul): liberada após recuperação do aterro de uma das cabeceiras da ponte sobre o Passo D’Areia.
– ERS-502 (Cachoeira do Sul): liberada. Nível da água baixou entre a localidade de Três Vendas e a RSC-287.

11ª Superintendência Regional (Lajeado):
– ERS-433 (km 2,5, Encantado – Relvado): liberada após remoção de barreiras por equipe da 11ª SR;
– ERS-423 (Progresso): liberada após remoção de barreira na pista;
– ERS-129 (km 6, Mariante – Bom Retiro): liberada com recomendação de cautela aos motoristas. Água baixou, mas pode ter agravado condições da via;
– ERS-130 (Venâncio Aires): interditada no km 26, na localidade de Itaipava das Flores, por causa das condições da ponte sobre o Arroio Reversa. Usuários podem utilizar desvio por estrada municipal.

13ª Superintendência Regional (Erechim):
– RSC-480 (km 3, Goio-en): liberada após remoção de barreira pela 13ª SR.
– ERS-420 (Erechim – Aratiba): liberada após remoção de barreiras pela 13ª SR

16ª Superintendência Regional (Osório):
– RSC-101 (km 53): liberada, com recomendação de cautela aos motoristas, pois cabeceira da ponte sobre o Arroio Pangaré sofre erosão. Recomposição será feita assim que águas baixarem.

17ª Superintendência Regional (Palmeira das Missões):
– ERS-404 (Sarandi): liberada após remoção de barreiras pela 17ª SR.

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui