Foto: Divulgação/Dnit

De acordo com os parlamentares, BR-163, BR-282 e BR-470 estão em péssimas condições de conservação

Alguns deputados estaduais de Santa Catarina criticaram, nessa quarta-feira (29), o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) por conta do estado de conservação das rodovias federais BR-470, BR-163 e trechos da BR-282.

De acordo com o deputado Mauricio Eskudlark, o governo federal deve estar desinformado a respeito das condições dessas rodovias. “O Dnit talvez não tenha passado informações ao Ministério da Infraestrutura, ao ministro Tarcísio e ao governo federal. Quem vem do Oeste sabe o problema da 163 e quem está no litoral sabe do problema da 470. Estão intransitáveis e o Dnit parece estar em berço esplêndido”, disse o parlamentar.

Eskudlark exibiu imagens das BRs 163 e 470 com buracos profundos na pista e no acostamento e lembrou a responsabilidade dos deputados federais e senadores pela situação deplorável. “Nossa bancada federal não tem cobrado essa questão, infelizmente”, lamentou o ex-chefe da Polícia Civil.

De acordo com o deputado Ricardo Alba, a situação da BR-470 é crítica. “Como é que deixaram a 470 nesta situação? Como é que as pessoas vão trafegar por essa malha rodoviária? Não é à toa que é a rodovia que mais mata, mais de 100 mortes por ano. A responsabilidade é do Dnit, que tem sua subsidiária em Santa Catarina; a responsabilidade é do governo federal. O governo reduziu e o Congresso aceitou, cadê a bancada federal?”, questionou.

Alba voltou a sugerir que o governo do estado banque as despesas de revitalização da BR-470 de Apiúna a Pouso Redondo.

Jerry Comper sugeriu a união de forças, citou o caso da união entre o Executivo estadual e o Parlamento para acelerar a duplicação da BR-470 de Navegantes a Indaial, mas reconheceu que os deputados estaduais são cobrados pelo descaso da União.

“Deputado, o senhor vai fazer o quê?, me perguntam. Entendo que devemos estar unidos, os 40 deputados e o governo, olhar o bem de Santa Catarina, a 470 é de todos os catarinenses”, indicou Jerry, que rechaçou operações tapa-buracos. “Queremos uma revitalização”.

A deputada Nilso Berlanda, vice-presidente da Casa, explicou que gravou as cenas das BRs 163 e 470 exibidas no telão do Plenário e as enviou ao superintendente do Dnit em Santa Catarina, Ronaldo Carioni Barbosa. De acordo com Berlanda, Ronaldo garantiu que no início do mês de outubro começa a recuperação do trecho entre Apiúna e Ascurra da BR-470.

Fonte: Com informações da Agência da ALESC

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui