Neste domingo (21), diversos secretários e presidentes de órgãos da Prefeitura do Rio estiveram na base operacional da Linha Amarela para acompanhar o trabalho de inventário dos bens e dar início ao processo de transferência de operação da via, que espera concluí-lo até o próximo sábado (27). Foto: Divulgação

De acordo com a Administraçlão, a partir deste domingo (21), órgãos municipais começaram a trabalhar nos serviços necessários para a manutenção da via

Neste domingo (21), diversos secretários e presidentes de órgãos da Prefeitura do Rio estiveram na base operacional da Linha Amarela para acompanhar o trabalho de inventário dos bens e dar início ao processo de transferência de operação da via, que espera concluí-lo até o próximo sábado (27).

De acordo com a Prefeitura do Rio, a transição iniciada neste domingo garante a continuidade dos serviços e a segurança do usuário, e deverá ser concluída até o dia 27 de fevereiro, prazo determinado pela Justiça para que o município encampasse a via de forma plena.

Ainda de acordo com a Prefeitura, parte das operações já passou integralmente para os órgãos públicos. A CET-Rio, por exemplo, passou a ser responsável, a partir deste domingo, por todo o serviço de resgate mecânico (em caso de pane em veículos na via), assim como a Conservação, que passou a ser responsável pelo serviço de tapa buraco. A Guarda Municipal atua com 36 profissionais para assegurar a segurança física das instalações, a segurança das vias e a fluidez e as operações no trânsito. O Corpo de Bombeiros, por sua vez, pelo resgate de vítimas em caso de acidentes.

Sem pedágio

De acordo com a Prefeitura, a Linha Amarela continuará sem a cobrança de pedágio ao usuário até que seja feita uma nova licitação por parte da Prefeitura.

Lamsa se manifesta

De acordo com a concessionária Lamsa, a negociação com a Prefeitura do Rio segue no sentido de buscar uma melhor solução para a gestão da Linha Amarela. A concessionária informou ainda que tem mantido a qualidade dos serviços prestados aos usuários da via, mesmo não obtendo qualquer receita desde setembro de 2020.

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui