ROUBO: A PRF recuperou nessa sexta-feira (26), em três ocorrências distintas no Paraná, três carros com alerta de roubo ou furto. Duas ocorrências foram registradas na Ponte Internacional da Amizade, em Foz do Iguaçu, oeste do estado. A terceira, em Alto Paraíso, na região noroeste. Fotos: Divulgação

Um dos carros havia sido furtado há mais de 20 anos; dois homens foram presos por receptação

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) recuperou nesta sexta-feira (26), em três ocorrências distintas no Paraná, três carros com alerta de roubo ou furto.

Duas ocorrências foram registradas na Ponte Internacional da Amizade, em Foz do Iguaçu, oeste do estado. A terceira, em Alto Paraíso, na região noroeste.

Por volta de 7h30, os agentes da PRF de plantão nas imediações da aduana, na BR-277 em Foz, abordaram um homem que dirigia uma caminhonete Ford F1000. O veículo havia sido furtado horas antes, em Cascavel (PR).

Preso em flagrante pelo crime de receptação, o motorista, de 42 anos de idade, disse ter sido contratado para levar o carro até Ciudad del Este, no Paraguai.

No início da tarde, às 13h20, policiais rodoviários federais abordaram, também na Ponte da Amizade, um Chevrolet Monza com placa do Paraguai.

O motorista, um brasileiro de 20 anos que vive no país vizinho, apresentou documentos paraguaios do veículo e um contrato de compra e venda, datado de 2009.

Mas, a partir da identificação do chassi original, a equipe da PRF constatou que o Monza havia sido furtado há mais de 20 anos, na cidade de Maringá (PR), em outubro de 1997.

O terceiro veículo recuperado nesta sexta-feira pela PRF foi apreendido em Alto Paraíso, na BR-487. Por volta das 10 horas da manhã, agentes da PRF deram ordem de parada ao motorista de uma caminhonete Chevrolet S10.

DESOBEDIÊNCIA: A Chevrolet S-10 foi recuperada em Alto Paraíso, na BR-487. Por volta das 10 horas, os agentes deram ordem de parada ao motorista, que desobedeceu e fugiu; logo depois o veículo foi abandonado e o suspeito não foi preso.   

Após desobedecer a ordem e acelerar em alta velocidade, o homem abandonou o veículo e fugiu a pé, através de uma área de mata. Ele ainda não foi localizado. Com placas clonadas, a caminhonete havia sido roubada no último dia 23, em Londrina (PR).

A PRF encaminhou as três ocorrências para unidades da Polícia Civil em Foz do Iguaçu e em Xambrê. O crime de receptação prevê pena de um a quatro anos de prisão.

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui