Foto: Divulgação/Dnit

De acordo com o Ministério da Infraestrutura (MInfra), serviços englobaram 17,8 quilômetros de duplicação e restauração de vias, além da construção de 13 viadutos e uma ponte

Cerca de 1 milhão de pessoas serão diretamente beneficiadas com a entrega da nova travessia urbana na rodovia Transbrasiliana (BR-153), em São José do Rio Preto (SP), conforme dados do Ministério da Infraestrutura (MInfra).

De acordo com o MInfra, o empreendimento é de extrema importância para a logística do país, agregando desenvolvimento ao interior de São Paulo e a ligação aos estados vizinhos, como Minas Gerais e Paraná.

Segundo o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, as novas pistas e novas estruturas que beneficiam moradores da região metropolitana de São José do Rio Preto e todos os motoristas que passam por aqui com conforto e segurança.

DNIT

Os trabalhos foram executados pelas equipes do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), entre os kms 54 e 72, num total de 17,8 quilômetros de extensão. Além da duplicação e da restauração, as intervenções incluem 13 viadutos e uma ponte, bem como oito passarelas de pedestres. Os investimentos somam R$ 268,5 milhões e beneficiam diretamente quase 1 milhão de pessoas que moram na região metropolitana de São José do Rio Preto.

Integração nacional

Segundo o MInfra, trata-se de obra estratégica numa das principais vias de integração do país. Em virtude da ligação Norte-Sul de São Paulo com os estados de Minas Gerais e Paraná, a BR-153 apresenta uma significativa importância no trajeto de viagens interestaduais.

Ainda de acordo com o MInfra, a rodovia também se destaca pelo tráfego intenso de veículos de carga, com destaque para o escoamento das produções agrícolas do Centro-Sul para o Porto de Paranaguá (PR). Cerca de 81 mil veículos percorrem diariamente a estrada – os veículos comerciais de cargas respondem por 12% desse volume.

O trecho urbano de São José do Rio Preto tem uma situação especial, uma vez que o tráfego de longa distância se soma a uma parcela significativa de tráfego urbano. O resultado é um fluxo de veículos bastante intenso com elevado índice de acidentes e congestionamentos na via em horários de pico – riscos que serão minimizados com a duplicação da BR-153.

Durante a execução dos serviços, a obra fomentou a geração de empregos – com cerca de 200 trabalhos diretos – e vai potencializar a criação de novos postos de trabalho após a conclusão, devido à valorização do entorno, impulsionando o desenvolvimento regional.

Fonte: Ascom do Minfra

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui