RESGATE: Equipes do Corpo de Bombeiros de MG resgataram três dos quatro corpos do acidente com o caminhão na BR-381, em João Monlevade (MG). Fotos: Divulgação/Corpo de Bombeiros

De acordo com a Corporação, corpo do motorista deve ser retirado nesta tarde; caminhão começa a ser içado nesta sexta (15). Ontem, bombeiros retiraram três corpos

As equipes de mergulhadores do Corpo de Bombeiros retomaram as buscas, nesta sexta-feira (15), em busca da última vítima, que estava na cabine do caminhão que caiu da Ponte Torta, na Rodovia Fernão Dias (BR-381), em João Monlevade (MG), nessa quarta-feira (13).

De acordo com os bombeiros, três corpos foram resgatados do Rio Piracicaba, na tarde dessa quinta-feira (14). O corpo do motorista Marciano Carvalho Abreu já foi localizado, mas, devido à falta de visibilidade no fundo do rio e ao fato de o corpo estar preso no cinto de segurança, a retirada só será feita junto com o caminhão, que está submerso a 20 metros de profundidade.

Ainda segundo a Corporação, Carlos Sebastião Félix, Herivelton Damasceno Cardoso, Marciano Carvalho Abreu e José Geraldo Anísio Leite estavam dentro do veículo.

A queda no Rio Piracicaba

A tragédia ocorrida na tarde dessa quarta-feira (13) foi na mesma ponte onde ocorreu a queda do ônibus da JS Turismo, em 4 de dezembro de 2020, matando 19 pessoas e ferindo outrs 29.

Segundo os policiais, o motorista perdeu o controle do caminhão e caiu no rio. O veículo pertence à JKS Mineração, que o alugou à empresa KC Abreu de Infraestrutura Urbana. Os funcionários mortos trabalhavam para a KC Abreu.

RESGATE: Mergulhadores do Corpo de Bombeiros retomaram nesta sexta (15) as buscas para a retirada do corpo do motorista. Na tarde de quinta (14), as esquipes retiraram três corpos.

Segundo a empresa KC ABreu, na quarta-feira (13), dois caminhões saíram da Usina de Asfalto em Jaguaraçu, na Vale do Aço, com destino a Conceição de Piracicaba, transportando asfalto. Só um dos veículos chegou ao local.

Ainda de acordo com a empresa, o trajeto feito pelo caminhão não estava previsto por eles. A rota a ser feita era pela BR-262.

Segundo o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), apesar de a ponte possuir boas condições estruturais e de conservação, há estudos para melhorias como: sinalização e implantação de dispositivos de segurança.

Acidente de ônibus

No dia 4 de dezembro de 2020, um ônibus caiu da ponte, deixando 19 mortos e 29 pessoas feridas. Um mês após o acidente, que envolveu o coletivo da empresa JS Turismo, a Polícia Civil ainda não conclui o inquérito. Segundo a polícia, as investigações ainda estão em andamento, e 20 pessoas já foram ouvidas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui